Pediatria

Pediatria é a especialidade médica dedicada à assistência à criança e ao adolescente, nos seus diversos aspectos, sejam eles preventivos ou curativos.

Os aspectos preventivos envolvem ações como aleitamento materno, imunizações (vacinas), prevenção de acidentes, além do acompanhamento e das orientações necessárias a um crescimento e desenvolvimento saudáveis (puericultura). Já os curativos correspondem aos diversos procedimentos e tratamentos das mais diversas doenças exclusivas ou não da criança e adolescente.

O pediatra é o médico com formação dirigida exclusivamente para os cuidados da criança e do adolescente, com uma formação que compreende no mínimo dois anos de residência médica ou curso de especialização equivalente a pós-graduação, entretanto, somente os profissionais que concluíram curso de residência médica conseguem a inscrição da especialidade junto ao registro do CRM.

  • A visita a alguns médicos para uma conversa inicial, antes mesmo da criança nascer, pode ajudar a formar um vínculo de confiança entre o médico e os pais.

Puericultura

Puericultura (do latim puer, pueris, criança) é a ciência médica que se dedica ao estudo dos cuidados com o ser humano em desenvolvimento, mais especificamente com o acompanhamento do desenvolvimento infantil.

A puericultura, como sub-especialidade da pediatria, preocupa-se com o acompanhamento integral do processo de desenvolvimento da criança.

Por meio dela que o pediatra tem condições de detectar precocemente os mais diferentes distúrbios das áreas do crescimento estatural, da nutrição e do desenvolvimento neuropsicomotor.

O médico pediatra deve ser o colaborador na promoção da saúde e acompanhamento do desenvolvimento do seu filho. Confiança, empatia, disponibilidade, experiência hospitalar, estrutura do consultório e algumas vezes a indicação de outros pais podem e devem ajudar ajudar nessa decisão.

  • Questões como amamentação, curvas de peso e crescimento, desenvolvimento físico e mental, doenças, vacinação e alimentação são os principais questionamentos de pais e cuidadores. Estas questões devem ser levadas ao pediatra, que tem o dever de orientar sobre as ações a serem tomadas baseado em sua formação e experiência.